Pesquisar este blog

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Bolachinha da História da Páscoa!


Bolachinha da História da Páscoa!

Para ser feito no Sábado Santo.

Ingredientes:
1 copo de nozes inteiras;
1 colher de sobremesa de vinagre;
3 claras de ovos;
1 pitada de sal;
1 copo de açúcar;
1 sacolinha de plástico;
Bíblia;
colher de pau;
fita adesiva.

Pré-aqueça o forno à 150 graus (forno baixo). Coloque as nozes na sacolinha, feche e deixe as crianças quebrarem as nozes em pedaços pequenos com a colher de pau e reserve. Explique que quando Jesus foi preso pelos soldados romanos Ele apanhou. Leia João 19:1-3.

Deixe que cada criança cheire o vinagre. Coloque o vinagre em uma  tigela. Explique que quando Jesus estava com sede na cruz foi dado vinagre à Ele. Leia João 19: 28-30.

Adicione as claras ao vinagre. Os ovos representam a vida. Explique que Jesus deu a vida d'Ele para nos dar vida. Leia João 10:10-11.

Polvilhe um pouco de sal na mão de cada criança e as deixe provar, coloque uma pitada na vasilha. Explique que isto representa as lágrimas derramadas pelos seguidores de Jesus e as amarguras do nosso próprio pecado. Leia Lucas 23:27.

Até agora os ingredientes não são muito apetitosos. Adicione o açúcar. Explique que a parte mais doce da história é que Jesus morreu por amor à nós. Ele quer que nós O conheça e O ame dando a nossa vida por Ele também. Leia o salmo 34:8 e João 3:16.

Bata as claras com uma batedeira em velocidade alta por 12 a 15 minutos até que fique firme. Explique que a cor branca representa a pureza aos olhos de Deus sobre aqueles cujos pecados foram purificados por Jesus. Leia Isaías1: 18 e João 3:1-3.

Coloque as nozes quebradas em uma assadeira criando pequenos montes e cubra cada monte com a uma colher de sopa de claras em neve. Explique que cada monte rochoso representa o túmulo onde o corpo de Jesus foi colocado. Leia Mateus 27:57-60.

Coloque a assadeira no forno feche a porta e desligue o forno. Dê a cada criança um pedaço de fita para selar a porta do forno. Explique que o túmulo de Jesus foi selado. Leia Mateus 27:65-66.

HORA DE IR PARA A CAMA! Talvez as crianças sintam-se triste por deixar os biscoitos no forno durante a noite. Explique que os seguidores de Jesus ficaram perdidos quando a tumba foi selada. Leia João 16:20 e 22.

Na manhã de Páscoa abra o forno e dê a cada criança um biscoito. Observe que a superfície está rachada e quando morderem os biscoitos estarão ocos! Os seguidores de Jesus, na primeira Páscoa, ficaram surpresos ao encontrar o túmulo aberto e vazio. Leia Mateus. 28:1-9.

Ele ressuscitou!
FONTE: http://familia-igreja-domestica.blogspot.com/2011/04/bolachinha-da-historia-da-pascoa.html

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Oh mein Papà

 

Oh mein Papà



( Canta: Carla Boni )
( Autores:  P. Burkharb - G. C. Parson -  J.J.T. Phillips - Ardo - 1954 )
( Titulo original: Oh my Papa )


Quand'ero bambina, l'amico più caro
sei stato tu solo, Papá.
Tornavi piccino per farmi giocare
e imitavamo i negri e gli indù:
Ta ta pum, ta ta pum, ta ta pum.

Fra tanto clamore
sembrava il Far West,
e il tam-tam dei tamburi laggiù:
Ah la hop, ah la hop, ah la hop, ah la hop.

Se a volte guastavo i miei balocchi,
col tuo bel sorriso
baciandomi gli occhi,
si dileguavan tristezza e dolor.
Ah la hop, ah la hop, ah la hop, ah la hop.

Oh, era così bello!
Ti gridavo:
"Bravo Papà, bene,
ancora, ancora,
ancora...."

Oh mein Papá
sei l'uomo più adorabile,
oh mein Papá
sei l'uomo più sincer.

Oh mein Papà
sei tanto caro e amabile
e nel tuo cuor
c'è solo la bontá.

Degli occhi tuoi
gli sguardi m'accarezzano
perchè lo so,
per te son bimba ancora.

Oh mein Papà
mio vero amico unico,
oh mein Papà
tu tutto sei per me.

Oh mein Papà
potessi far miracoli
vorrei tornar
bambina insieme a te.

Oh mein papà!
Oh mein papà!



domingo, 3 de abril de 2011

Hoje, Homem na cozinha...

... e um Homem com "h" maiúsculo: meu esposo André!





A receita é da TV, programa Anonymus Gourmet, do showman e gourmet José Antonio Pinheiro Machado, que vez ou outra Andrésan assiste.

A receita de hoje é "Suflê de Liquidificador", para mim, pareceu-me mais uma torta, aparentemente muito bonita e saborosa, sobre a qual poderei me manifestar melhor mais tarde, quando estiver pronta e assada. Pois é, estamos "ao vivo"! eheheh


Suflê de Liquidificador


6 fatias de pão de sanduíche ou pão de forma
2 xícaras de leite
100g de queijo ralado
6 ovos
300g de linguiça
1 cebola
1 colher (sopa) de fermento químico
Óleo para o refratário ou forma

1 - Retire a casca das fatias de pão. Depois deixe-as de molho no leite até que absorvam bem o leite.
2 - Corte a linguiça em pedaços e a cebola também.
3 - Bata tudo no liquidificador, menos o fermento. Arrume no liquidificador o pão umedecido no leite, junto com o leite que sobrar no prato, a linguiça em pedaços, a cebola picada, os ovos e o queijo ralado. Bata bem.
4 - Retire a mistura do liquidificador e, em um recipiente, misture-a ao fermento.
5 - Unte bem um refratário pequeno ou uma forma. Leve ao forno preaquecido, forno médio, por 30 minutos. Retire do forno e sirva ainda quente acompanhado por uma boa salada verde e tomates em rodelas.


Depois, eu posto as fotos e o resultado!!! eheheh

Ah! Tah! Já está pronto... Bom, não sei definir mesmo se é um sufle, uma torta ou uma omelete... comível, mas não fiquei fã! colocaria uns pedaços de linguiça fritinha e cebolinha. 
Depois posto as fotos.

Resurrexit, sicut dixit, Alleluia!

Resurrexit, sicut dixit, Alleluia!