Assine para receber os posts em sua caixa de e-mails

INFORME SEU E-MAIL AQUI:

Delivered by FeedBurner

Pesquisar este blog

terça-feira, 24 de maio de 2016

Meditação de Santo Afonso - Sobre o pecado mortal



MÁXIMAS ETERNAS



Meditações para cada dia da semana

Por
Santo Afonso Maria de Ligório



Atos de preparação às meditações


1. Alma minha reaviva tua Fé, porquanto te achas diante de teu Deus. Adora-O profundamente.
2. Humilha-te aos pés de Deus e peça-Lhe, do fundo do coração, perdão.
3. Procura Luz em Deus por amor de Jesus Cristo. Recomenda-te a Maria Santíssima e aos Santos com uma Ave-Maria, Glória ao Pai, etc.



MEDITAÇÃO PARA TERÇA -FEIRA:



 

 

 

 Sobre o pecado mortal




Considera como tu, criado por Deus para amá-Lo, te rebelaste contra Ele com ingratidão infernal; tratas-te-o como inimigo, desprezas-te sua graça, a sua amizade. Quem peca o que faz? Dá de costas a Deus, perde o respeito para com Ele, levanta a mão para dar-Lhe uma bofetada, põe aflito o coração de Deus: “Et afflixerunt Spiritum Sanctum eius” (Is 63). Quem peca diz a Deus: “Vá para longe de mim, não quero obedecer-Te, não, não quero servir, não quero reconhecer-Te como meu Senhor: Não Te quero como Deus, o meu Deus é o prazer, o interesse, a  vingança”. Assim você falou em teu coração quando preferindo a criatura no lugar de Deus. Santa Maria dos Loucos não podia acreditar que um cristão pudesse, de olhos abertos, cometer um pecado mortal: E você que está lendo, o que diz? Quantos pecados mortais você cometeu? “Deus meu, perdoa-me, tenha piedade de mim. Te ofendi, bondade infinita: odeio os meu pecados e me arrependo de, erradamente, ter-te ofendido, ó meu Deus digno de infinito amor”. Considera o que te dizia Deus quando pecavas: Filho, eu sou o teu Deus, que do nada te criou e te recomprou com o meu sangue; proíbo-te pecares sob pena de tua desgraça. Mas você, pecando, disse a Deus: “Não quero obedecer-te, quero ter este prazer e não importa o quanto Te doa e que eu fique sem tua graça”. “Dixisti, non serviam”. “Ah! meu Deus...E dizer que várias vezes fiz isso... Como pudeste me suportar? Ó tivesse eu morrido antes de ofender-Vos...Não quero mais magoar-Vos: Quero amar-Vos, Bondade infinita! Dá-nos a perseverança; dá-nos o Teu Santo Amor”.


Considera que Deus abandona o pecador quando o número de pecados chega a certo ponto: “Dominus Patienter Exspectat, ut cum iudicii dies advenerit in plenitudine peccatorum puniat (II Mac 6,14)”. Então, irmão meu, se de novo tiver gana de pecar não digas mais: “Depois hei de confessar-me!” E se Deus, neste mesmo instante, tira tua vida? E se Deus te abandona? O que será de ti por toda a eternidade? Muitos perderam-se desta maneira. No entanto, esses muitos, esperavam o perdão mas aí chegou a morte e então danaram-se.

Teme, e treme, que o mesmo não suceda a ti. Não é digno de misericórdia quem quer servir-se da bondade de Deus para ofendê-Lo. Depois de perdoar tantos pecados mortais que você cometeu, é justo temer a falta de perdão ao cometer mais um pecado mortal. Dê graças por Ele te esperado até agora. De hoje em diante diga sempre: “Senhor, Já basta o tanto que Vos ofendi; o restante de minha vida quero gastá-Lo amando-Vos e a chorar pelas ofensas que Vos dirigi. Arrependo-me de todo o coração. Meu Jesus, quero amar-Vos, dai-me forças. Maria, minha Mãe, ajudai-me. Amém”.
 


Visite nossos blogs associados:
+
Informe seu e-mail para receber as publicações de VIRTUDES FEMININAS: Delivered by FeedBurner.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é eminentemente de caráter religioso e comentários que ofendam os princípios da fé católica não serão admitidos. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se garantem o direito de censurar.