Pesquisar este blog

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Para reflexão...









"Tropecei em um estranho que passava e lhe pedi perdão. Ele respondeu: "desculpe-me, por favor; também não a vi." Fomos muito educados, seguimos nosso caminho e nos despedimos.

Mais tarde, eu estava cozinhando, e meu filho estava muito perto de mim. Ao me virar quase esbarro nele. Imediatamente gritei com ele; ele se retirou sentido, sem que eu notasse quão dura que lhe falei.

Ao me deitar Deus me disse suavemente: "Você tratou a um estranho de forma cortês, mas destratou o filho que você ama. Vá à cozinha e irá encontrar umas flores no chão, perto da porta. São as flores que ele cortou e te trouxe: rosa, amarela e azul. Estava calado para te entregar, para fazer uma surpresa e você não viu as lágrimas que chegaram aos seus olhos...".

Me senti miserável e comecei a chorar.

Suavemente me aproximei de sua cama e lhe disse: "Acorde querido! Acorde! Estas são as flores que você trouxe para mim?" Ele sorriu e disse: "Eu as encontrei junto de uma árvore, e as cortei, porque são bonitas como você, em especial a azul."

- "Filho, sinto muito pelo que disse hoje, não devia gritar com você". Ele respondeu: "está bem mamãe, te amo de todas as formas."

- "Eu também te amo filho adorado, e adorei as flores, especialmente a azul..."




Entenda que se você morrer amanhã, em questão de dias, a empresa onde você trabalha cobrirá seu lugar. Porém, a Família que deixamos sentirá a perda pelo resto da vidaPense neles, porque geralmente nos entregamos mais ao trabalho que à nossa Família.

Será que não é uma inversão pouco inteligente?

Então, que há detrás desta história? Quem ganha com isso?

Lugar de mulher é em casa, cuidando da Família. Se é necessário que a mulher ajude o esposo a sustentar a casa, então se justifica o trabalho da mulher fora de casa. Se não é necessário por que deixar as crianças com estranhos? Perder anos preciosos de suas vidas? Sua conquistas, suas descobertas, os primeiros passos, as primeiras palavras... 
Quem os verá? A babá? Uma distraida cuidadora da creche? Quem, principalmente, os educará para serem bons cristãos e honestos cidadãos? 

Ninguém ama a quem não conhece, como podem os adolescentes amar e confiar nos pais se não os conhecem? Dar a eles camisinhas não é sinal de amor, mas de abandono. 

Amar é dizer "não"! Amar é educar! Amar é colocar limites. 

Depois de cercada a terra, pode-se trabalhar nela. 
Depois de colocar os limites, pode-se dialogar. 
Antes disso ou, pior, sem isso... é perda de tempo, pois virão os ladrões e tudo roubarão.


Você sabe o significado de Família em inglês?


F A M I L Y:
"Father And Mother I Love You"
(Papai e Mamãe, eu os amo)



 
Visite nossos blogs associados:
+
Informe seu e-mail para receber as publicações de VIRTUDES FEMININAS: Delivered by FeedBurner.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é eminentemente de caráter religioso e comentários que ofendam os princípios da fé católica não serão admitidos. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se garantem o direito de censurar.