Pesquisar este blog

quarta-feira, 12 de abril de 2017

"Sêde perfeitos como vosso Pai celeste” (Mat. 5,48)









Quão puro, inocente, santo deve ser o cristão com tal modelo! Imitemos a brandura e a clemência de Deus, perdoemos a nossos irmãos como nos perdoou  a nós.

Sejam nossos atos e ditos, nossos modos e costumes, repassados de amor, e assim provaremos que amamos a Cristo, bem como nos provou Ele seu amor com sua vida e morte.


Não somos filhos da escrava, para servirmos à força; filhos sim da que é livre, devemos amar a Deus como Pai que se digna ser nosso, e ter mais receio de desgostá-Lo que de quantos castigos.

Que diria o Apóstolo, se entrasse hoje em alguma reunião mundana?

Quantas palavras levianas, quantas conversas imprudentes, quantos gracejos e brinquedos lascivos, quantos equívocos envenenados, quantos livros finamente escritos, com tanto sal e graça, porém sem atómo de cristianismo..., e quantas redes para perder as almas!

Não andeis com os filhos da rebelião. Não há piedade que resista ao trato dos libertinos; nada mais contagioso que a sua convivência.

Aos impudicos chama São Paulo de filhos das trevas; não há tal, com efeito, como o vício impuro para embotar o espírito, turvar a razão e prontamente abalar a fé; engenho natural, educação esmerada, tudo degenera, toda luz apaga no escravo deste vício maldito; não descuremos meio algum de nos livrar dele, e, como seja o Sangue de Cristo vinho da virgindade, frequentemos o sacramento da Eucaristia.





ASPIRAÇÃO

Preservai, Senhor, meu coração de todo desejo desordenado dos bens do mundo, dos prazeres sensuais; minha boca e meus ouvidos de qualquer discurso escandaloso, leviano ou insensato. Prendei-me à vossa lei pelo medo e pelo amor, que a minha vida será inocente e pura.



Excerto do Goffiné






 
Visite nossos blogs associados:
+
Informe seu e-mail para receber as publicações de VIRTUDES FEMININAS: Delivered by FeedBurner.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é eminentemente de caráter religioso e comentários que ofendam os princípios da fé católica não serão admitidos. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se garantem o direito de censurar.

Resurrexit, sicut dixit, Alleluia!

Resurrexit, sicut dixit, Alleluia!