Pesquisar este blog

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

O cotidiano feminino

O cotidiano feminino
 
1ª Parte - Limpeza de casa

- Quando o cano da pia estiver entupido, jogue dentro dele um pouco de bicarbonato, derramando em seguida meia xícara de vinagre.
- Para não sujar o forno de micro-ondas, coloque os recipientes pequenos dentro de filtros de papel para café. Se o alimento derramar vai ser absorvido sem problemas.
- Para limpar panela queimada, salpique com bicarbonato de sódio e umedeça. Depois de algumas horas, lave. O queimado sairá facilmente. E, se a comida grudou, encha a panela com água quente e duas colheres de sal ou bicarbonato. Deixe algum tempo e limpe.
- Não alimente as bactérias da pia: Esponja e sabão em barra molhados sobre a pia são inimigos da limpeza.
Depois de usar a esponja, torça bem e ponha para secar ao sol.
E nunca deixe acumular água no recipiente do sabão, esse caldo que fica com o sabão derretido é uma cultura de bactérias. O paninho usado para enxugar a pia nunca deve ficar molhado.
É uma fonte de contaminação.
Depois de usar, torça e deixe secar sobre a torneira, por exemplo.
A lixeira sobre a pia da cozinha pode até ser prática, mas é um foco de contaminação.
O ideal e manter o lixo no chão, longe do lugar onde você lava e cozinha alimentos.
- Caiu catchup, maionese ou refrigerante no tapete? Para limpar, tire o excesso com um pano ou colher. Em seguida, borrife uma mistura de uma parte de multiuso e 10 partes de água. Esfregue um pano seco, de fora para dentro. Repita isso até sair bem a mancha. Em seguida, borrife uma mistura de vinagre com água, também na proporção de um para 10. Passe o pano. O vinagre cortará a ação do produto químico.
- Use água morna e bicarbonato de sódio para limpar fogão.
- Use um pano umedecido com álcool para remover manchas de água do aço inoxidável.
- Para retirar gordura do forno, ligue-o ao máximo, deixe esquentar bem e depois desligue. Na parte de cima, coloque uma panela com amônia e, na de baixo, outra panela com água fervente. Deixe ficar de um dia para outro. Depois é só passar um pano com sabão neutro e lavar com água.
- Torne o detergente mais eficiente dissolvendo algumas gotas de vinagre. Suas panelas ficarão brilhando e sem gordura.
- Risco de caneta esferográfica em papel de parede pode ser retirado passando-se levemente um pouco de acetona.
- Para tirar o cheiro de alho, cebola e água sanitária das mãos:
1) Basta esfregar uma colher de aço inoxidável sob água corrente.
2) Esfregue-as com um pouco de leite, ou então borra de café, ou ainda vinagre.
3) Esfregue-as com salsa cortada.
4) Outra dica é esfregar as mãos com açúcar, lavar em água corrente em seguida.
- Para limpar móveis de fórmica. Esfregue com um pano embebido em álcool e em seguida dê brilho com flanela limpa e seca.
- Para limpar móveis de vime. Limpe com água quente misturada com bicarbonato de sódio. Deixe secar sob o sol.
- Tenha sempre à mão uma caixa de apetrechos e limpeza, contendo escovinhas de dente usadas (elas são muitos úteis para limpar desenhos intrincados do seu mobiliário ou casa em geral), panos, esponjas, flanelas, camurça, panos de pós, luvas de borracha, etc.
- Para polir o ralo use um pano úmido embebido em saponáceo cremoso ou em pó. Esfregue principalmente o seu interior e as áreas mais engorduradas. Enxágue.
- Uma velha escova de dentes com detergente, amoniacado ou sabão em pasta é ideal para remover a sujeira em volta de torneiras e canóplas. Esfregue e enxágue.
- Limpeza de sofá de couro branco: Para limpar o couro você deve usar uma bucha vegetal, ou de espuma mesmo, com sabonete de nenê, aquele neutro, para limpar e em seguida hidrate o couro utilizando uma mistura de leite e água em parte iguais, passe no objeto de couro e deixe secar. Nunca use óleos ou produtos abrasivos, o couro precisa respirar.
- Proteger e hidratar peças de couro:
Nunca guarde peças em couro dentro de sacos plásticos, o couro precisa ficar guardado em lugares arejados, isentos de umidade.
Tire as peças sempre que puder do guarda-roupa (ou onde estiver guardado) e passe um pano úmido, e deixe secar a sombra.
Passar cera incolor (liquidas ou em pasta) para sapatos, e peças de vestuário em couro. Passe por toda a peça e depois tire o excesso com uma flanela ou papel toalha, ficará protegida, e hidratado o couro.


2ª Parte - Deixe sua casa limpinha

- Para retirar o cheiro de mofo do armário: Ferva um litro de vinagre e despeje em uma vasilha sem tampa, coloque dentro do guarda-roupas com as portas fechadas por até três horas. Após retirar a vasilha, passe um pano molhado no vinagre por dentro e por fora do móvel. Deixe-o aberto por várias horas para que seque bem.
- Ferrugem: Remova a ferrugem e limpe fechaduras, dobradiças e ferramentas de trabalho com um pano embebido em benzina ou ácido clorídrico. Faça-o com luvas de borracha e deixe o cômodo em que está trabalhando bem arejado. Mude de pano quando este se sujar.
- Para manter os ralos abertos, limpos e sem odor, não é necessário usar produtos corrosivos. Basta manter os ralos desobstruídos e nunca usá-los para despejar óleo ou outras gorduras. Se uma limpeza for necessária, primeiro coloque um quarto de copo de bicarbonato no ralo, depois adicione meio copo de vinagre e cubra o ralo por alguns minutos. Enxágue com 4 litros de água quente e pronto.
- Para limpeza de banheiros: Uma ou duas vezes por semana limpe os azulejos, boxe e os espelhos com lustra móveis e limão. Isso fará que os salpicos de sabonete ou sabão não fiquem aderidas a eles.
- Para limpar os tapetes ou carpetes, para que mantenham as suas cores vivas, espovoneie com sal grosso e logo escovar com suavidade, empregando uma escova de pelo flexível para que os grãos penetrem bem. Aguardar 20 minutos e logo passe o aspirador.
- Guarda-roupas: Vestidos ou roupas brancas que irão ficar guardadas por algum tempo, ou que sejam de pouco uso, devem ser envolvidos em papel ou pano azul para que não amarelem com o tempo. Para evitar que a roupa se impregne com o cheiro de úmido, deixe secar por uns dias, cascas de laranja ou cidra e coloque-as no roupeiro.
- Talheres: Para que os talheres brilhem, coloque uma vez por semana em um recipiente com água, umas gotinhas de cândida e vinagre de álcool. Deixe de molho por toda a noite e enxágue no dia seguinte.
- Para limpar móveis pintados de branco: esfregue-os com leite ou com uma solução de leite e água.
- Escovas de cabelo gordurosas, limpe-as submergindo-as com uma solução de água e amoníaco na proporção de 10/1. Idem para os pentes
- Para acabar com o mau cheiro das garrafas térmicas, lave-as com borra de café e água quente.
- Tire o cheiro desagradável dos cinzeiros, lavando-os com água e vinagre.
- Odores desagradáveis na geladeira, desaparecem com um pouquinho de algodão embebido em baunilha.
- Para tirar o cheiro do peixe das mãos, lave-as com vinagre ou água e sal.
- Limpe as pias de mármore encardido, esfregando a superfície com uma escova de cerdas bem duras cheia de sal.
- Limpar, afastar alguns insetos e purificar o ambiente: 1 litro de álcool, colocar dentro dele um punhado de canela em pau, e cravo, deixar tampado por 3 dias. Para usá-lo, basta colocar em um borrifador, e passar, ou borrifar onde quiser. Pode passar até em alguns móveis, e deixa um cheirinho delicioso na casa.


3ª Parte - Como deixar suas roupas limpinhas

- Camisas - Se os punhos e golas estão encardidos, antes de serem lavadas esfregar as partes manchadas com um pedaço de sabão de coco enxuto. Deixe assim ficar por alguns minutos. Mergulhe então as camisas, de uma só vez, na água com detergente e termine de lavá-las normalmente.
- Fraldas - Para desencardi-las, sem usar amônia ou água sanitária, coloque-as, logo após o uso, dentro de um balde esmaltado, contendo água com bicarbonato. Depois lavar normalmente. As fraldas devem ser fervidas de vez em quando.
- Lenços - Água salgada é ótima para lavar lenços de nariz, de pescoço ou de cabeça. Basta deixá-los de molho nesta água durante uma hora, antes de enxaguar.
Para clareá-los, mergulhe também em água fria, onde foi dissolvida uma colher (chá) de cremor de tártaro, para cada litro de água.
- Estampados - Os tecidos não descoram e não mancham, juntando-se à última água de enxaguar, sal e vinagre. Se o tecido listrado ou estampado de fundo branco manchou ou desbotou, quando posto para secar, deve ser levado à água novamente, enxaguando-se várias vezes acrescentando-se à última água (pouca) três colheres (sopa) de vinagre. Em seguida, apertar bem o tecido entre dois panos secos, secar á sombra e passar a ferro enquanto estiver ainda úmido.
- Azul e Vermelho - Ficam como novos se após lavados, passarmos numa solução fraca de água com soda.
- Bordados de Cor - Lavam-se com água e sabão branco, e na última água juntar um pouco de vinagre.
- Verde e Vermelho - A chita ou o algodãozinho estampados nessas cores, desbotam facilmente; coloque então na água um pouco de limão e vinagre.
- Tecido Preto - Os tecidos pretos não perdem a cor nem encolhem, se após a lavagem ficarem de molho por alguns minutos numa água com sal ou potassa. Para a roupa preta que foi lavada não ficar sem vida nem perder o seu tom negro, basta misturar à última água chá forte de folhas de trigo, ou, numa água de anil bem forte; deixe a roupa repousar nessas águas por alguns segundos, e depois estenda à sombra (fazer de preferência à noite).
- Toalhas de Banho - Ficam sempre macias, se enxugadas em água com um pouco de vinagre e não forem passadas a ferro. Para tirar o cheiro de mofo dessas toalhas e das de mesa, dos panos de copa ou dos guardanapos, devido à umidade dos armários, basta fervê-los numa solução de bicarbonato de sódio, na proporção de duas colherinhas (café) para um litro de água.
- Flanela e Lã – Lavam-se em água morna, juntando-se à última água, uma colher de glicerina ou amoníaco, para permanecerem macias. Não torcer e deixar secar à sombra.
Os tecidos de lã de cores delicadas, lavam-se facilmente, mergulhando-os numa água, onde tenha sido fervida uma colher de farinha de trigo, deixando nela repousar até que a solução esfrie. Depois, enxaguar em água pura.
Ao lavar os tecidos e roupas de lã, não se deve torcer, apenas espremer. Se for de cor, ponha um pouquinho de vinagre à última água; se for branca, um pouco de água oxigenada.
Para limpar, use apenas uma escova umedecida em álcool.
As manchas de gordura sobre tecidos de lã, saem facilmente com uma solução de água bem salgada e amoníaco.
- Malhas/Caxemira - Lavam-se essas peças, colocando-as em água morna suficiente para cobri-las, misturando uma colher (sopa) de bicarbonato. No momento de enxaguar, repetir a operação.
- Crochê/Tricô:
Lavar somente à mão, secar somente na posição horizontal, guardar dobrado e nunca pendurar. Lavar em água morna com sabão em pó ou de coco, misturando um pouco de amoníaco.
Se forem brancos, uma colher de água oxigenada para cada litro d'água, na última enxaguada.
Para os crochês em linha de cor bege clara, enxugar na última água com chá preto frio, para conservar sua cor natural. Para as brancas de tricô, enxaguar em água com algumas gotas de tinta de escrever; ficarão branquinhas.
Em ambos os casos, assim como todas as malhas, devem ser apenas espremidas, nunca torcidas, e secadas à sombra.

(Dados retirados de Dicas e truques para donas de casa Irenes)